Sol de Orleans, Bruno e Ana, Akita e Lealdade

Sol em Orleans

Vejo sol em Orleans depois de algumas semanas sem poder vislumbrar o astro rei. Abrindo a janela no meu apartamento, voltando da universidade de trem e correndo ao lado do rio, tenho em mente o quanto o simples fato de poder ver o sol é um privilégio. Uma oportunidade de renovação das energias e uma ajuda a reflexão profunda.

Bruno e Carol

Lembro que hoje um ente querido meu vai se casar. Nessa sociedade doida onde casamento parece quase falido, Ana Carolina vai subir ao altar. Ira passar por poucas e boas, criar algo único e uma relação das mais fortes que podemos ter nesse mundo. O que eu penso sobre isso? Absolutamente nada. Apenas tenho o desejo forte em mim que eles (Bruno, Ana e João Pedro) tenham a melhor vida juntos possível. Que haja sempre sinceridade, lealdade e amor nos bons e maus momentos. Que o cosmos abençoe sempre a união bonita e emocionante.

Minha família é do tipo que se reuni em alguns finais de semana, faz uma festa com bastante comida, cerveja, criança brincando, discussões acaloradas e muita música tocada e cantada. Claro que em meio as diferenças ha muita coisa verdadeira, gostosa e eu me sinto privilegiado por poder curtir isso. Aqui de longe sinto tanta falta, mas mesmo assim, sinto-me forte porque sei da minha base, do que me é precioso e do que me fez chegar até aqui.

Por fim termino lembrando um filme que vi há pouco tempo, “Sempre ao Seu Lado” (EUA, 2009), onde conta a historia da relação de um cão e seu dono. O dono morre e o cão vai sempre esperar o seu dono em frente a estação de trem como ele sempre fazia quando o dono era vivo. Todos da vizinhança se sensibilizam e ajudam o amigo fiel que vigia todos os dias. Acima de tudo o que vem na minha cabeça é a palavra lealdade. Tal palavra que quero passar a minha família. Sou leal a vocês, a todos vocês e sinto isso pelos meus entes. Lembro também de vovó e vovô que se foram: Cada um tem um pedaço de mim. E comemoramos hoje, todos juntos, a grande festa do matrimônio.

Anúncios

Sobre Yuri Mota

Sou Yuri Mota, carioca, estudante de engenharia, mochileiro, amante da boa música,de violão, canto e também amante de robôs e automobilismo. Amo a vida, me considero um privilegiado e gosto de tantas coisas que é difícil resumir aqui. o blog é sobre minhas viagens, minhas impressões e idéias sobre tudo que acontece ou não. Dando uma atenção especial ao estilo de viajar mochileiro, a reflexão sobre o comportamento humano e a pratica de trekking. É isso, leia e comente, por favor.
Esse post foi publicado em Enrolando(random) e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Sol de Orleans, Bruno e Ana, Akita e Lealdade

  1. Adriana disse:

    Yuri,
    Essa mensagem ficou maravilhosa!!!Me emocionou demais… Aliás, chorei ao lê-la. Lembro do meu pai e aí, vêm tantas recordações à tona que é impossível segurar a emoção. Vou colocá-la no vídeo! Beijos com muitas saudades!!!
    Tia Adriana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s