TREM REGIONAL OU TREM DA MORTE

Sempre quando ouço sobre o trem da morte lembro-me de um boliviano, já idoso, que me corrigiu: “não é trem da morte é trem regional”. E depois de ter vivido a experiência de viajar nele, tenho que concordar com ele.

Ele é conhecido como Trem da Morte por causa de uma epidemia de malária que ocorreu durante a construção da ferrovia há muito tempo atrás, que matou milhares de trabalhadores Bolivianos. Existem basicamente 3 classes para seguir de Puerto Quijarro(fronteira) até Santa cruz de la Sierra(mais ou menos meio da Bolívia): a mais cara ( R$ 70,00 e 16 horas) e é um trem menor e com certos luxos raros na Bolívia; A executiva, Superpulman(R$ 35,00 e 19h) e mais pobre(R$ 15,00 e 22h).

Apesar do grupo querer ir à mais pobre só conseguimos ir na Superpulman como foi relatado no post anterior. Depois de tanta luta vimos que a  fama do trem está só em sua história e para minha surpresa foi um dos melhores transportes que peguei na Bolívia. No vagão  havia ar-condicionado(capenga), televisão, DVD, banheiro para cada cabine e nem era tão fedorento. Então foram mais de 20h dentro de um trem e só. Vale uns pitacos:

– Nosso vagão só tinha brasileiro, então foi uma bagunça, chamaram nossa atenção varias vezes por mudar o canal e também quando o Marlon foi botar as fotos do trem do pantanal e Corumbá; por abrir a janela e por a cabeça para a fora; abrir as portas das conexões e brincar de se pendurar para fora do trem, mexer no ar, entrar no vagão de bagagens; Até que colocaram um guarda no nosso vagão;

Diego fazendo Merda

– A programação da TV foi algo muito além das minhas expectativas. Era uma espécie de programa musical do Silvio Santos com cantores e bandas vestidos de forma que o pessoal do Calipso ficaria assustado. Com destaque para uma menina vestida de vaqueira dos anos 80 cantando uma versão em espanhol da “no dia que sai de casa” do Zezé de Camargo e Luciano. (sinistro)

– Vi passar o trem de classe pobre full. Talvez esse seja mais como o trem da morte imaginado. Sem ar, um monte de boliviano apertado, desconfortável e feio.

– Mais uma vez percebi uma considerável diferença de tratamento entre bolivianos e estrangeiros. O vagão boliviano era mais perto da cozinha, o ar funcionava perfeitamente, as televisões eram melhores (acho até que vi uma tela plana)((oro)) e aparentemente o vagão era mais confortável.

– Vi a seqüência da Múmia I, II, II. Até que não é ruim, mas não quero ver filme de múmia tão cedo (a não se múmia IV)((é mentira ¬¬ ))

– Compre um lanche antes de subir no trem, La a comida é cara e indigesta.

Gotosoooo!

– Nos despedimos de duas figuraças de São Paulo, O Heitor e o Léo. Pena eu estar ainda focado em meus demônios e não conversei muito com eles.

– O grupo sofreu as suas primeiras baixas com a saída de Marlon e suas bitches Diego e Cristiano. Existiram desculpas políticas, mas saíram porque não queriam estar com o grupo. Não os culpo… Eu também queria o mesmo naquele momento pelos mesmos motivos. ( Depois escreverei um posto sobre as dificuldades de viajar com um grupo grande).

Vagão brasileiro.

A única coisa realmente impressionante no trem da morte é o seu preço barato de resto ele é apenas o trem regional.

Site do trem da morte: http://www.ferroviariaoriental.com

Custo do Lanche: R$ 3,00

Anúncios

Sobre Yuri Mota

Sou Yuri Mota, carioca, estudante de engenharia, mochileiro, amante da boa música,de violão, canto e também amante de robôs e automobilismo. Amo a vida, me considero um privilegiado e gosto de tantas coisas que é difícil resumir aqui. o blog é sobre minhas viagens, minhas impressões e idéias sobre tudo que acontece ou não. Dando uma atenção especial ao estilo de viajar mochileiro, a reflexão sobre o comportamento humano e a pratica de trekking. É isso, leia e comente, por favor.
Esse post foi publicado em Bolívia, Estrada e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para TREM REGIONAL OU TREM DA MORTE

  1. rods disse:

    bacana isso de desmitificar o “trem da morte”, de apresenta-lo como é chamado pelo locais (trem regional), e de explicar o real motivo de seu famoso apelido!

    abraço!!

  2. Pingback: SALAR UYUNI – Terceiro Dia « Plano Andorinha Sagaz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s